quarta-feira, 24 de junho de 2009

Noções da estrutura patrimônial

O Balanço Patrimonial é como a representação gráfica do Patrimônio ou uma “fotografia”, em dado momento, do conjunto do Patrimônio de uma empresa ou entidade. É representado por dois blocos.


O bloco da direita representa a origem dos recursos e o da esquerda, a sua aplicação.


Os recursos podem ser próprios ou de terceiros.
Próprios, quando advindos dos sócios na forma de integralização de capital.
De terceiros, obtidos na forma de compras a prazo, empréstimos em instituições financeiras etc.

Os recursos podem ser aplicados da seguinte forma:
No giro do negócio, na forma de estoque, financiamento de clientes etc.
Na imobilização dos recursos, na forma de edificações, maquinário etc.

Representação técnica do quadro acima:


Forma técnico-didática de representação patrimonial:
Bens, que corresponde a dinheiro, veículos, maquinário etc.
Direitos, que são valores a receber de clientes, impostos pagos antecipadamente etc.
Passivo, que representa a origem dos recursos de terceiros.
PL, que representa a origem dos recursos dos sócios.


De forma mais resumida, temos o seguinte quadro:
Os BENS são considerados DIREITOS, visto que legalmente um proprietário de um bem, na realidade, detém o direito de uso ou de posse, ou ambos.
Exemplo: O proprietário de um imóvel que o alugou para um terceiro, detém o direito de posse, mas o direito de uso pertence ao inquilino. Já sobre a sua própria residência, onde reside, detém o direito de uso e de posse.
Quanto à OBRIGAÇÕES, a empresa deve tudo que possui. Ela deve parte do seu patrimônio para terceiros (fornecedores, governo, bancos etc.). E o restante, deve para os sócios.


Balanço Patrimonial

Patrimônio de uma empresa é o conjunto de seus bens, direitos, obrigações e patrimônio líquido, sendo essa situação patrimonial representada, em qualquer momento, na forma de uma equação denominada Balanço Patrimonial.

O Balanço Patrimonial é constituído de duas partes. O lado esquerdo é denominado de ATIVO, e o lado direito é denominado de PASSIVO.

ATIVO: é a aplicação de recursos em Bens e Direitos .

PASSIVO: é a origem dos recursos que foram aplicados no Ativo. Esses recursos podem ter sido provenientes de terceiros por meio das Obrigações (dívidas) contraídas e que serão cobradas ou exigidas pelos credores, constituindo o Passivo Exigível e/ou do Patrimônio Líquido por meio de recursos (capital) aplicados na empresa por seus sócios ou gerados de suas atividades (lucros).

No cabeçalho do Balanço Patrimonial devem constar as seguintes informações:

  • Denominação da empresa;

  • Número da Inscrição no CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (antigo CGC);

  • Título da demonstração contábil – no caso, Balanço Patrimonial;

  • Data de encerramento do balanço.

Exemplo de Balanço Patrimonial:

Indústria e Comércio L.M. OLIVEIRA S/A

CNPJ nº.: 000.001.002/000-00

Balanço Patrimonial do Exercício encerrado em 31/12/20XA

Ativo

Passivo

Bens e Direitos

Exigível e Patrimônio Líquido

Com a utilização do método das partidas dobradas (débito/crédito), tem-se que o total das contas do ATIVO será sempre, em qualquer momento, igual ao total das contas do PASSIVO. Portanto, em qualquer momento, na contabilidade de qualquer empresa:

TOTAL DAS CONTAS DO ATIVO = TOTAL DAS CONTAS DO PASSIVO



fonte:http://www.reginaldo.cnt.br/

Nenhum comentário: